O que andei vendo

by - novembro 01, 2015


Eu praticamente não vejo mais filme e/ou série, mas resolvi contar aqui quais foram os últimos que eu assisti (juntando uns 3 meses rs).




Após escapar do labirinto, Thomas (Dylan O´Brien) e os garotos que o acompanharam em sua fuga da Clareira precisam agora lidar com uma realidade bem diferente: a superfície da Terra foi queimada pelo sol e eles precisam lidar com criaturas disformes chamadas Cranks, que desejam devorá-los vivos.

Quando assisti ao primeiro filme de Maze Runner, não tinha lido os livros e não sabia bem o que esperar e eu achei tãaao bom. Saí do cinema louca para ler os livros porque não podia esperar para saber o desfecho da história. Mas, como não consigo ler uma série incompleta, mesmo que já tenha visto o primeiro filme, comecei pelo primeiro livro e ainda bem que fiz isso. O filme é bem diferente e não mostra detalhes essenciais para compreender o restante da história. Mas esse segundo filme se supera. Parece que jogaram a história do livro fora e ficaram só com os nomes dos personagens e o cenário. É MUITO diferente. Sei que em adaptação muitas coisas mudam mesmo, mas nessa muda praticamente tudo, no trailer já é possível notar. Mas, mesmo assim, gostei bastante do filme. 


Quando um experimento para impedir o aquecimento global falha, uma nova era do gelo toma conta do planeta Terra. Os únicos sobreviventes estão a bordo de uma imensa máquina chamada Snowpiercer. Lá, os mais pobres vivem em condições terríveis, enquanto a classe rica é repleta de pessoas que se comportam como reis. Até o dia em que um dos miseráveis resolve mudar o status quo, descobrindo todos os segredos deste intrincado maquinário

Esse filme é de 2013, mas só veio para os cinemas brasileiros recentemente. É baseado em uma HQ considerada uma das melhores de ficção científica: O Perfuraneve. Não li a HQ, mas gostei bastante do filme. É aquela típica história distópica: em um mundo pós-apocalíptico dominado pela neve e pelo frio intenso, os sobreviventes vivem em um trem que irá percorrer seu trajeto para sempre. Nesse trem há uma divisão de classes, com os mais ricos explorando das piores formas possíveis os mais pobres. O filme é cheio de ação e tem bons personagens. E uns personagens e acontecimentos bem doidos também, que me lembraram um pouco Mad Max no quesito estranheza. Eu só não gostei muito do final, porque queria que tivesse ido além. Mas é muito bom e recomendo!



Quando se muda para uma nova casa com a família, Ryan Fleege descobre uma caixa com dezenas de fitas cassetes de décadas atrás. Estranhamente, as imagens parecem se comunicar com os vivos. Procurando mais, Ryan encontra uma câmera diferente, capaz de registrar atividades paranormais. Com a ajuda da esposa, do irmão e da filha, ele passa a gravar fenômenos malignos que ameaçam a sua família.

Que filme ruim senhor! Eu não sou muito fã de filme de terror e não quis ver esse assim de livre e espontânea vontade rs, mas posso afirmar que não dá medo nenhum. A única coisa é que ele te assusta o tempo todo com o som no último volume que eles colocam. Não sou expert em filmes de terror, mas acredito que ele deveria ser um pouco mais assustador. Acho que já assisti a quase todos os filmes dessa série e não gostei de nenhum, mas alguns davam um pouquinho de medo (sempre nos minutos finais, porque o resto do filme fica só mostrando os objetos da casa voando, as coisas caindo etc). Acho que se preocuparam tanto em fazer os efeitos 3D que esqueceram do resto do filme. O espírito/aparição/ser das trevas/demonho, sei lá o que é, fica em forma de uma nuvem de poeira grande parte do filme e quando ele aparece melhor, é igual ao Lord Voldemort. O final foi o pior de todos os filmes também, ainda bem que é o último. 



A última invenção que toda família precisa ter é o "Synth" - um robô de alta tecnologia que trabalha como serviçal e se parece com um ser humano. Com a esperança de transformar a forma como vivem, uma família do subúrbio adquire um sintético para a casa, mas acabam descobrindo que compartilhar a rotina com uma máquina pode trazer sérias consequências.

Eu ando meio na vibe de robôs e tecnologias do futuro ultimamente, então fiquei com bastante vontade de ver essa série. Eu não acho que ela se passe exatamente no futuro, porque com exceção dos "Synth" (sintéticos), todos os aparatos tecnológicos são bem parecidos com os que temos hoje. Achei isso um pouco "estranho", porque para mim, quando existirem robôs tão perfeitos assim, já existirão centenas de outras invenções extremamente tecnológicas e avançadas, no estilo carro voador. Mas isso não faz muita diferença, porque o foco da série é mais na relação dos humanos com os sintéticos. Muitos humanos hostilizam esses robôs, porque afirmam que eles tomaram seus empregos, suas mulheres/seus maridos (eles podem ser usados de maneira sexual também) etc. E para tornar a situação mais complexa ainda, há alguns sintéticos que possuem consciência e desejam ter uma vida igual a dos humanos. O que me incomoda muito em história de robôs é como as pessoas os tratam. Por mais que eles sejam uma máquina, eu não conseguiria tratá-los como tal, como meras máquinas cujo propósito é me servir. Tudo isso seria muito confuso na cabeça porque qualquer coisa que pareça minimamente uma coisa viva já faz com que eu tenha uma certa empatia e talvez afeição por ela. Enfim, gostei bastante da série e ela tem um pouco de mistério também, é muito boa! Quero logo ver a segunda temporada. 


"Faking It" conta a história de duas amigas que se amam - de maneiras um pouco diferentes. Após numerosas tentativas de se tornarem populares no colégio, Karma (Katie Stevens) e Amy (Rita Volk), são "tiradas do armário" por engano. Agora, todos da escola acham que elas são lésbicas e namoram, o que as transforma em celebridades instantâneas. Seduzidas pela recém-encontrada fama, elas decidem manter a farsa.

Fiquei meio receosa de começar a ver essa série, porque achei que ia ser mais uma série adolescente como tantas outras e não estava muito no clima. E realmente tem muito mimimi adolescente e eu percebi que já não tenho muita paciência pra isso mais. Mas, é uma série muito boa. Ela é muito engraçada e me peguei dando risada alto várias vezes. Na verdade, o que me irrita mesmo é a Karma. Ela é muito insuportavelmente egoísta e fica se fazendo de vítima pra tudo, odeio esse tipo de personagem. Algumas horas pensei em parar de ver por causa dela. Mas acabei aguentando por causa do Shane (principalmente ) e da Lauren, que são os melhores personagens na minha opinião. A Amy me irrita um pouco também, mas ainda não estou a ponto de odiá-la. De qualquer forma, continuarei assistindo e estou no aguardo da terceira temporada!

E vocês, já viram algum(a) desses(as) filmes ou séries? :)

Você também pode gostar de

2 comentários

  1. Sempre quis assistir Humans, a ideia me parece muito interessante. E a sinopse de Faking It é muito bonitinha, fiquei interessada também!
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assiste sim Mari, é bem legal!
      E Faking It apesar de ter muitas coisas que me irritam, no geral eu gosto rs.
      Beijos!

      Excluir

Obrigada por comentar!