Esse foi um ano de boas leituras no geral, mas sempre tem uma ou outra decepção no meio....então resolvi compartilhar quais foram as minhas. 


Ratos - Gordon Reece

Já fiz resenha (e desabafo) aqui, então não vou me alongar muito nos comentários. Mas estava com uma expectativa muito grande pra esse livro e ele acabou sendo bem diferente do que eu imaginava e trazendo uma mensagem, que na minha opinião, foi ruim. 


Açúcar de Melancia - Richard Brautigan

Também já tem resenha e eu achei que seria uma fantasia meio diferentinha, estilo Neil Gaiman, mas foi o livro mais sem pé nem cabeça que já li até hoje. 

O Sorriso da Hiena - Gustavo Ávila

Achei que esse seria um dos melhores thrillers da vida, de tão bem que já tinha ouvido falar. Então imaginem se minhas expectativas não estavam lá no alto. Mas me decepcionei muito com a leitura e às vezes tinha a impressão de estar lendo um livro diferente, porque não conseguia entender como tanta gente tinha amado e eu estava detestando. Para quem se interessar, comentei mais sobre ele e os motivos de não ter gostado aqui

À Sombra de Uma Mentira - Alex Marwood

Outro thriller que eu achei que me manteria presa do começo ao fim da história, mas que acabou sendo o oposto. Achei o livro muito maçante e tinha que me obrigar a ler. Não consegui ligar pra nenhum personagem e não estava nem aí para o que iria acontecer com eles contanto que o livro terminasse logo. Além disso, o mistério que aparentava ser um dos focos principais da história ficou mega em segundo plano. Também tem resenha

Colin Bridgerton - Os Segredos de Colin Bridgerton

Pode parecer estranho esse livro estar aqui, porque eu gostei bastante e o avaliei com 4 estrelas. Para mim o problema mesmo foi o Colin. Até os livros anteriores, ele sempre tinha sido meu Bridgerton preferido, então estava super empolgada para ler um livro em que ele fosse um dos protagonistas. Porém, na maior parte do tempo, achei ele meio babaca e egoísta. O destaque ficou por conta da Penelope, que ganhou meu coração em relação às personagens femininas. Nunca tinha dado nada por ela, mas ela é incrível! <3

The Twelve Days of Dash & Lily - Rachel Cohn & David Levithan

Deixei esse por último por motivos de 💔💔💔💔
Por eu ter gostado TANTO de O Caderninho de Desafios de Dash & Lily (resenha) e o David Levithan ser um dos meus escritores preferidos, estava esperando infinitamente mais desse livro. Na verdade nem sei se é questão de estar esperando algo a mais e sim uma coisa totalmente diferente. Aliás, geralmente quando gosto muito de uma história, quero mais dela. Só que dessa vez foi diferente e eu já estava 100% satisfeita com a maneira como o primeiro livro tinha terminado e não via necessidade de uma continuação. Fiquei com o pé atrás, mas resolvi ler mesmo assim e me arrependi. 
Ambos os livros se passam em Nova York na época do Natal e eu esperava encontrar o mesmo clima gostoso da primeira história, só que esse livro é super pra baixo quase o tempo todo. Eu tinha adorado a Lily e a personagem foi arruinada pra mim. Gostava muito do jeito dela, por ser uma adolescente diferente e mega apegada à família, que não fazia coisas erradas e estava feliz sendo dessa forma, sem ser aquele clichê esperado dos adolescentes. Nesse livro, ela quer ser rebelde a qualquer custo, mudar o jeito que gosta de se vestir pra ser sexy e tirando o que ela faz pelo avô, só enxerga o próprio umbigo. Sei que ela estava passando por uma situação complicada, mas não era a única e mesmo ela descontando a frustração dela em todo mundo, ainda assim eles fazem de tudo por ela e ficam passando a mão em sua cabeça como se ela fosse uma criancinha. 
Também não gostei da história como um todo e vou tentar fingir que esse livro não existiu e manter só o primeiro na cabeça. 
E vocês, tiveram alguma decepção literária esse ano?