O Limbo é para onde todas as almas vão após a morte. Além de humanos, deuses esquecidos e espíritos lendários também vagam pelo plano. Muitas almas sabem exatamente onde estão e por que; a maioria, entretanto, ainda tem a impressão de estar viva. A morte é um hábito difícil de se acostumar.
Um dos espíritos residentes no Limbo acorda sem nenhuma lembrança de sua identidade. Ele descobre que a Terra está prestes a ser destruída pelos próprios humanos e fica encarregado de enviar doze almas heroicas de volta. Elas reencarnarão no plano dos homens e tentarão reverter o quadro apocalíptico.
Contudo, poucas almas encaram o retorno com bons olhos. O espírito deve, então, forçá-las. Armado, de preferência. Assim, resolve visitar um velho amigo: Azazel, anjo ferreiro e primeiro escolhido da lista.
O espírito descobre mais sobre quem realmente é, ouve uma versão completamente diferente sobre a rebelião dos anjos e é presenteado com uma surpresa de péssimo gosto.
LIMBO mistura elementos e referências de videogames, RPGs, HQs, animes, mangás, filmes, séries e livros. De Lovecraft a Final Fantasy, é uma homenagem às influências que marcaram o autor.

Número de páginas: 165
ASIN: B010VNGZEA
Idioma: Português 
Disponível para compra: Amazon


Descobri sobre esse livro no blog Nuvem Literária e me interessei muito pela história. Fiquei louca para ler e assim que tive um tempinho (o que está difícil no momento, infelizmente), ele furou a fila das minhas leituras e foi o escolhido. E não me arrependi nem um pouco!

O clima de mistério predomina no livro desde o seu início. Uma alma é despertada com uma missão muito importante: enviar 12 outras almas que estão no Limbo de volta para a Terra para que a humanidade, que se encontra mais uma vez a beira da destruição, seja salva. Porém, a alma encarregada dessa tarefa não se lembra de quem é ou por que possui esse trabalho, tudo que sabe é que sente afeição pelos humanos e deseja ajudá-los. Além disso, ela busca com isso uma maneira de se redimir, de conseguir uma segunda chance, pois acredita que está nessa situação por algum ato que ela cometeu. 

Começamos então a acompanhar a alma em sua dupla jornada: encontrar as almas com qualidades que poderão mudar o destino dos homens e encontrar a si mesmo no meio de vagas e obscuras lembranças. Algumas almas não desejam retornar para a Terra pois criam no Limbo uma projeção da realidade que gostariam ou que pensam estar vivendo, pois às vezes nem tem conhecimento do fato de estarem mortas. 

Eles já estão fartos de sangue, guerra, mentiras, hipocrisia, política e redes sociais. Já cumpriram sua parte e preferem perambular no Limbo a encarar a falsidade humana mais uma vez.

A primeira alma escolhida foi o Anjo caído Azazel e com ele nosso protagonista pretende conseguir uma arma espiritual que o ajude a convencer as almas a retornarem pela força, se palavras não forem o suficiente. Desse encontro, ele sai com novas lembranças e algo a mais em sua arma e a partir daí o livro vai se tornando ainda mais interessante e difícil de largar.


Eu gostei bastante da forma que a narrativa foi desenvolvida e os personagens construídos. A cada encontro com uma alma uma nova história é contada, são vários pequenos contos dentro do livro. A sinopse já nos revela que o livro está repleto de referências a HQs, videogame, séries, livros...Confesso que reconheci apenas algumas delas, o que no meu ponto de vista foi bom porque fui totalmente convencida pela versão que o autor apresentou da história daquele espírito. A escrita do Thiago também é muito boa, saí "grifando" várias passagens do livro.

O medo é poderoso. Ele controla o corpo, congela a mente, envenena o coração, corrói o aço e encolhe gigantes.

Outra coisa que me agradou muito foi o fato do personagem principal não estar buscando espíritos perfeitos ou inteiramente bondosos. Eles eram apenas humanos, e mesmo com seus defeitos, possuíam alguma qualidade que o protagonista pensava ser essencial para ajudar a Terra. Isso tornou suas histórias muito mais envolventes e verdadeiras. 

A ambientação da fantasia é incrível. Com as descrições do autor consegui criar todos os cenários do Limbo na minha mente. E enquanto ia lendo fiquei pensando que o livro daria um ótimo jogo de videogame também. Tem um bom enredo, vários cenários, ação, e o clima meio sombrio...elementos perfeitos!

Acho que esse livro vai agradar a diferentes tipos de leitores por combinar ação, fantasia, humor (Cacá melhor pessoa ), mitologia e lendas...Super recomendada a leitura! 


PS: Não deixem de ler as notas do autor no final do livro!